Lançamento da Vicunha visa conforto

Para o inverno 2020, o fabricante de denim e sarja investiu em misturas de fibras, construções diferenciadas e coatings de toque macio.

No outono/inverno 2020, a Vicunha Têxtil orientou o desenvolvimento para o conforto, especialmente em questão de toque. Sob o conceito de Universo Sensorial, prevalecem na coleção as misturas de fibras macias, como modal e liocel. Investiu ainda em efeitos de construção e coatings que proporcionam toque macio aos tecidos. Também reforçou a linha de bases superelastizadas e o jeans com visual de moletom.

A família Moove reuniu alguns dos destaques da combinação de fibras da nova coleção. Formada por artigos com algodão e elastano, a família ganhou fibra modal que entra na combinação para conferir toque macio. É o caso do denim Athina que compõe a linha Extreme Power e tem estiramento de 53% em base de 9oz.

A mesma combinação de algodão, elastano e modal foi aplicada na sarja Amsterdam que recebeu acabamento escovado. De construção cetim, o tecido de 9oz é um super stretch. Conforme explica a Vicunha, o modal na mistura garante cores intensas e brilhantes. Para a estação, o fabricante recomenda paleta em tons fechados de vermelho, verde e cáqui. Além dos tradicionais branco, preto, cinza e marinho.

OUTRAS NOVIDADES

Com liocel e viscose, a Vicunha aponta o denim Raven, de efeito rajado e peso de 10,8oz. A linha Shirting Collection ganhou o Mars, um 100% liocel de 6,6oz, visual black encerado e brilho discreto.

A linha Athletic Denim, com construção moletom por dentro, foi ampliada e a Vicunha cita os artigos Drift (10oz) e Drift Black (10oz) que contam com fios mélange em tons de branco e preto para um avesso com efeito mescla cinza. Outros lançamentos em destaque são o Lebron (6,2oz) de tingimento over dye e o Nadal (9,0oz) “tratado no avesso até ganhar ‘peach touch’ (toque de pêssego)”, ressalta o fabricante.

SUSTAINABLE COTTON MEETING

Durante o evento de lançamento do inverno 2020, nos dias 14 e 15 de maio, a Vicunha reservou um dia para o Sustainable Cotton Meeting. A intenção foi abordar a produção e certificação do algodão brasileiro, com a participação de representantes dos programas BCI (Better Cotton Initiative) e ABR (Algodão Brasileiro Responsável).

O projeto Pegada Hídrica ganhou core especial no showroom. A iniciativa revelou de forma inédita o consumo de água em todo o ciclo de vida de uma calça jeans no Brasil – do plantio do algodão ao consumidor final.

Também montou espaço para expor sua VDigital Collection, assinada por Adriano Goldschmied, que usou a plataforma online de desenvolvimento Myr.

GALERIA DE FOTOS

previous arrow
next arrow
ArrowArrow
Slider