Canatiba lança denim monoelástico no urdume

O novo tecido que tem elastano apenas no sentido do comprimento, em geral fica na trama (largura), acompanha a tendência do conforto

Para a nova temporada, a Canatiba aproveitou o evento tradicional para anunciar novidades em produtos e em estratégia de mercado. Entre os lançamentos, um dos destaques é o denim que tem elastano no urdume, o sentido do comprimento. O mais comum é o tecido usar fio de elastano na trama, que estica na largura. Em outra iniciativa, a empresa anunciou a criação da divisão Tailoring, de tecidos que dispensam lavanderia, com a qual vai enfrentar a pesada concorrência chinesa.

Com o novo artigo Mono Elástico New, a Canatiba explica que visa acompanhar a tendência por roupas confortáveis. Tem elastano no urdume com 5% de estiramento. De 8oz de peso, a base combina 97% algodão com 3% de elastano. A largura do tecido alcança 1,66 metro e tem toque macio. A recomendação é para modelagens amplas e com bom caimento garantido pelo elastano no urdume.

A linha de denim bielástico, com stretch no urdume e na trama, relançada em novembro com nova tecnologia, foi reforçada. Ganhou o Athleta 360° Bi Elástico, com 9oz, 60% algodão, 19% poliéster, 9% viscose, 7% elastomultiester e 5% de elastano no total. No urdume, o stretch atinge 35% e na trama, 50%.

LANÇAMENTOS QUE COMBINAM TECNOLOGIAS

Ainda dentro da filosofia do conforto, a empresa introduziu a linha MaxSkin Duo, baseada “em tecnologia exclusiva (sem a recobertura do fio de algodão) com o elastano da Lycra, visando a manutenção da forma do tecido, que permite o uso de fios coloridos no consagrado MaxSkin Duo”, descreve a empresa. Devido a essa técnica o tecido fica com tom levemente terroso, decorrente da mistura de fibras, como o Nanjin Denim. Segundo Ivna Barreto, gerente de marketing da Canatiba, nessa linha ainda dá para trabalhar com mescla de modal e viscose, misturando toque e alta performance.

A linha Éko, de fibras recicladas, foi ampliada. Um dos lançamentos, o Titova mistura diferentes técnicas. É uma base PT com 92% de algodão, dos quais 30% correspondem a algodão reciclado. Incorpora a tecnologia Duo Core (T400), com 6% de elastomultiéster, que garante retorno à forma original da peça, acrescida de mais 2% de elastano. Ao todo, tem stretch de 50%

A NOVA DIVISÃO TAILORING

Há algumas temporadas, a Canatiba tem investido em tecidos destinados a alfaiataria. Mas, a operação cresceu, anunciou Fábio Covolan, diretor de marketing da empresa. “Tornou-se uma nova divisão da fábrica e resgata a origem da empresa que completa 50 anos em julho. Nosso começo foi com tecidos de alfaiataria”, contou o executivo. Segundo ele, a empresa detectou nessa linha uma boa demanda e decidiu abraçar a oportunidade de negócios. Fez, entretanto, adaptações.

Se antes, tinha tecidos que precisavam passar por lavanderia ou tingimento, a nova safra ganha complemento No Laundry, e vem tinta de fábrica, em tonalidades clássicas.

GALERIA DE FOTOS
previous arrow
next arrow
ArrowArrow
Slider