Texpal discute tendências do verão

É o primeiro resultado positivo da varejista em dois anos, que voltou ao perfil de origem, fechou nove lojas em 2017 e investiu em duas grandes campanhas de marketing.

Empresa organiza encontros com estilistas e profissionais de lavanderias nas áreas de denim e estamparia

Como parte da estratégia de atendimento ao mercado, a Texpal decidiu promover encontros com estilistas e profissionais de lavanderias para tratar de tendências nas áreas de estamparia e de denim. Experimentou o formato em março do ano passado em Blumenau (SC). Os bons resultados levaram a empresa a dar seqüência ao projeto. Este ano, os encontros se repetem em outras cidades.

 

A rodada começou em fevereiro pela área de estamparia, apresentando as tendências para a primavera / verão de 2008. Reuniu 200 profissionais entre Blumenau, no dia 5, e São Paulo, ontem. Fortaleza é o próximo destino na terça-feira, 13, quando a empresa espera contar com 150 pessoas.

 

Os encontros para denim estão marcados para março, nas cidades de São Paulo, nos dias 6 e 7, e em Maringá (PR), no dia 9. Para esses eventos, como no ano passado, a Texpal convidou Enrique Silla, proprietário das empresas espanholas Jeanologia (consultoria), GFK e Easy Laser. O especialista vai traçar um panorama do jeans no mundo.

 

Estampas
fluidas

 

Na parte de estamparia, a palestra ficou a cargo de Solange Wassano. Ela dividiu as tendências em cinco temas etéreos, apresentou a cartela de cores a eles associada e os motivos que prevalecerão na temporada: natureza (plantas do campo, insetos, flores tropicais), prints (tramas, tatoos simuladas, frases, carimbos, rabiscos), corpo humano, cenário urbano (luzes, néon), listras assimétricas, rabiscos, elementos da cartografia, entre outros. Em seguida, foi aberto um showroom com peças concebidas com a mistura dessas variações.

 

 

 

 

 

Algumas peças revelam técnicas desenvolvidas pela equipe da empresa, com produtos ou equipamentos comercializados pela companhia. É o caso da camiseta (veja foto), esfumaçada em tom de marrom, com carimbo que dispensa fotolito ou tela de estamparia; aplicação de lantejoulas com cola que resiste a lavagens caseiras sucessivas. Também destacou a opção pelo uso de produtos ecologicamente corretos como a corrosão sem cheiro, aplicada sobre o tecido tinto sem deixar toque.

 

 

fotos: reprodução