Feranda chega a São Paulo em 2009, com atuação direta no varejo

A marca fluminense de 40 anos prevê abrir dez lojas em cidades paulistas, projeto com o qual espera ampliar as vendas em 40%

 

Há 40 anos no mercado de moda e com uma rede de 36 lojas de varejo espalhadas pelo Brasil, a Feranda, confecção fluminense de Petrópolis, prevê expandir mercado para o estado de São Paulo, com a abertura de dez lojas, e atuar na região sul por meio de representantes de atacado, ainda este ano. Para atender a demanda, a Feranda irá aumentar o volume de produção em 20 mil peças por mês, passando de 50 mil para 70 mil peças produzidas.

 

 

 

De acordo com Fernando Varandas, um dos sócios da empresa, como a Feranda está bem posicionada no estado do Rio de Janeiro e na região nordeste, agora é hora de atuar em outras regiões. “O mercado de moda de São Paulo é o mais forte do Brasil, acreditamos que a entrada da Feranda no estado irá fortalecer bastante as vendas e trará mais reconhecimento para a marca”, afirma Varandas.

 

A Feranda mantém as vendas em expansão. “Em 2008, tivemos um crescimento de 30%, e este ano, estimamos crescer 40%”, diz o empresário. Ele afirma que para atingir o sul do país, a Feranda irá contratar dois representantes que vão atender os clientes de atacado.

 

Segundo Varandas, não será preciso estruturar a confecção para o aumento de produção, pois todo mês maquinários são reformados ou comprados. “Temos estrutura suficiente para sustentar esse crescimento”, diz o empresário.  Além da confecção, a Feranda dispõe de lavanderia própria que tem capacidade de beneficiar 30 mil peças por mês.

 

Parte da produção é própria. “Produzimos internamente 60% do volume, o resto é terceirizado”, explica Varandas. O jeans representa 50% da produção da marca. A Feranda conta com uma carteira de 800 clientes multimarcas.

 

fotos: reprodução