Emphasis investe R$ 3 milhões em 2014

Recursos serão aplicados na compra de novas máquinas para as áreas de costura e lavanderia de modo a dar conta das encomendas do grande varejo.

A fábrica do grupo Emphasis, de Votorantim, interior de São Paulo, está investindo R$ 3 milhões em novas máquinas e processos para suprir a carência de mão de obra especializada. A empresa produz 380 mil peças por mês para as redes C&A, Zara e Restoque (dona das marcas Les Lis Blac e John John). E para dar conta das encomendas, está instalando novos equipamentos para as áreas de costura, corte automático e lavanderia, inclusive mais máquinas de marcação a laser. Atualmente, conta com 300 máquinas de costura. A empresa já tinha um equipamento de laser e instalou mais um em março e, agora, está em processo de instalação para fazer bigode 3D, que não tinha.

“Estamos em uma região com muitas fábricas de setores como telecomunicações e automotivo, sendo difícil competir com os salários pagos por essa indústria”, afirma o diretor da Emphasis, Valdir Antonio Ghiselini. Com a automação da produção, a expectativa é de um crescimento de 5% a 10% até o final do ano. “Se a compra das máquinas não acompanhar essa curva de crescimento vamos estudar mudar a fábrica para outra cidade onde não haja tanta competição pela mão de obra”, afirma.

Segundo Ghiselini, o mercado de confecção paga relativamente menos que outros segmentos e não atrai jovens. “A profissionalização do setor com empresas mais fortes e bem estruturadas e a erradicação do trabalho escravo pode se refletir em empregos melhor remunerados no futuro”, afirma o diretor. A Emphasis tem produção verticalizada, sendo responsável pelo corte, pela costura e lavagem das peças confeccionadas.

GALERIA DE FOTOS
 


  • Foto 1
  • Foto 2
  • Foto 3
  • Foto 4