Eckzem vai abrir três novas lojas até o fim do ano

A marca pretende atingir entre dez e 12 lojas próprias para, então, lançar franquia, projeto previsto para 2011

Para fortalecer a imagem da marca junto ao consumidor, a Eckzem vai abrir três novas lojas próprias até o fim do ano. As cidades escolhidas para as inaugurações foram Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), todas localizadas em shopping centers. Com a iniciativa, estimada em quase R$ 2 milhões, a marca visa entrar em mercados como as regiões sudeste e sul do Brasil, onde sua atuação ainda é pequena. Entre os planos da empresa está, ainda, a abertura de lojas franqueadas, a partir de 2011.

“Quisemos começar a trabalhar as regiões sul e sudeste, que têm grande consumo, quando tivéssemos lojas próprias e, agora, vamos abrir lojas no sudeste para começar esse processo”, conta Gicelmo Vieira, diretor de produção da Eckzem. De acordo com ele, com as três inaugurações a marca vai somar oito lojas próprias e aguardar que o número alcance de dez a 12 unidades para que a Eckzem entre no mercado de franquias, o que deve ser realizado nos próximos dois anos.

Buscando atender à demanda do consumidor, a marca lançou em 2007 a linha feminina da Eckzem. “As mulheres iam às lojas e sempre sugeriam que a marca também atendesse ao público feminino”, explica Vieira. Segundo ele, hoje a linha representa 40 das coleções da marca, sendo vendida somente nas lojas próprias.

Com produção mensal de cerca de 100 mil peças, a marca é comercializada por meio de 2 mil multimarcas, atendidas por 24 representantes. Hoje, a marca conta com três coleções anuais, referentes ao verão, alto verão e inverno, com até 600 modelos diferentes entre as linhas masculina e feminina. A produção da Eckzem é totalmente terceirizada e o jeans representa 40% do volume comercializado.

fotos: reprodução