Aos 40 anos, Suzel prepara expansão para o nordeste brasileiro

Com duas fábricas, uma em Birigüi (SP) e outra em Três Lagoas (MS), a confecção estima ter condições de absorver o aumento das vendas previsto com a nomeação de dez representantes

A um mês dos 40 anos, a serem comemorados em março, a Suzel começa a por em prática o projeto de expansão para o qual vem se preparando nos últimos dois anos. Tradicional confecção de moda feminina instalada em Birigüi, cidade do interior paulista reconhecida como produtora de calçados infantis, a Suzel avança em direção aos mercados de Minas Gerais e estados do nordeste, a começar da Bahia.

 

Com essa decisão, a equipe de representantes da marca deverá praticamente dobrar. Hoje, a empresa conta com 15 vendedores para atender os estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. “Estamos contratando no mínimo dez representantes”, conta Silas de Aguiar Gaetti, que fundou a empresa junto com o irmão.

 

 

Os dois continuam à frente dos negócios. A expansão é encarada como um projeto para estimular a nova geração de administradores – os filhos de ambos. Com duas fábricas, uma em Birigüi e outra em Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul, a Suzel confecciona de 13 mil a 14 mil peças por mês. Conforme Gaetti, a expansão não exigirá investimentos em estrutura industrial. “A estrutura atual tem capacidade para absorver o aumento das vendas”, afirma o executivo, sem fazer uma estimativa do nível de crescimento esperado.

 

A produção atual é comercializada por uma rede com 400 multimarcas, que atende mulheres qualificadas como jovens senhoras, que procuram, sobretudo, calças e bermudas jeans com cós tradicional, corte reto, lavagens discretas e poucos adereços. A coleção para o inverno 2010, lançada durante o 38º Encontro de Moda Feminina realizado em São Paulo (SP) na semana passada, segue o padrão, quebrado com o macacão de mangas longas e modelagem justa.

 

 

fotos: divulgação