Estudo revela os maiores do varejo no mundo

Em moda, o líder é o conglomerado que controla as redes Macy’s e Bloomingdale’s

 

A Deloitte, uma das maiores empresas de auditoria e consultoria do mundo, lançou na semana passada a 10ª edição da pesquisa que lista as cadeias de varejo mais poderosas do mundo. Anualmente a empresa publica o estudo com as 250 maiores empresas do setor. A edição atual está baseada nos resultados apresentados por essas companhias nos balanços de 2005. O segmento de moda não consta da lista dos dez primeiros, mas figura no ranking mundial representado por 47 redes.

 

Ao analisar o segmento de moda, a consultoria inclui roupas e calçados. Também considera cadeias especializadas e lojas de departamento. De acordo com o estudo, o maior varejista da área de moda é o Federated Departament Stores, grupo norte-americano que controla as redes Macy’s e Bloomingdale’s, que ultrapassou a liderança da JCPenney pela primeira vez.

 

Com US$ 22,4 bilhões de faturamento em 2005, a FDS ocupa a 32ª posição do ranking geral. A JCPenney aparece em segundo lugar com US$ 18,8 bilhões. Dos dez maiores grupos varejistas de moda, seis são dos Estados Unidos, dois da Alemanha, um do Japão e outro da Suécia (veja o quadro).

 

Os dez mais poderosos da moda 

 

posição no
ranking geral

empresa

faturamento
(em U$ bi)

país

32Federated Dept Stores

22,4

EUA

36JCPenney

18,8

EUA

40TJX

16,1

EUA

41Gap

16,0

EUA

45KarstadtQuelle

14,3

Alemanha

48Kohls

13,4

EUA

59Otto group

11,5

Alemanha

72Limited Brands

9,7

EUA

79Millennium Retailing

8,6

Japão

81H&M

8,4

Suécia

 

 

Entre as 50 cadeias com crescimento mais rápido entre 2000 e 2005, apenas seis são de moda. O grupo com expansão mais acelerada do setor no período é o Kintetsu, do Japão. Em segundo lugar, aparece o Inditex, grupo espanhol que controla a rede de lojas Zara (veja o quadro).

 

Redes com crescimento mais rápido entre 2000-2005

 

 

posição no
ranking geral

empresa

faturamento
(em US$ bi)

país

239

Kintetsu  

2,69

Japão

85

Inditex

8,25

Espanha

226

Abercrombie

2,78

Estados Unidos

222

El Puerto Liverpool

2,81

México

127

Next

5,32

Reino Unido

81

H&M

8,35

Suécia

 

 

Confira a seguir, as demais cadeias que estão entre as 250 maiores do mundo:

 

posição no
ranking mundial

empresa

faturamento
(em US$ bi)

país

42

PPR Group (Pinault-Printemps-Redoute)

15,84

França

43

El Corte Inglés

15,79

Espanha

74

John Lewis

9,32

Reino Unido

83

Takashimaya 

8,28

Japão

92

Nordstrom 

7,72

Estados Unidos

94

Dillards

7,56

Estados Unidos

100

Mitsukoshi

7,20

Japão

102

Isetan

6,60

Japão

109

C&A

6,27

Bélgica

113

Saks

5,95

Estados Unidos

115

Canadian

5,85

Canadá

119

Hudsons Bay

5,76

Canadá

120

Foot Locker (´tênis)

5,65

Estados Unidos

135

Ross Stores

4,94

Estados Unidos

137

Maxeda

4,75

Holanda

144

LVMH

4,54

França

164

Marui

3,86

Japão

165

Debehams

3,85

Reino Unido

171

Neiman Marcus

3,69

Estados Unidos

176

Fast Retailing

3,58

Japão

182

Woolworths 

3,47

Reino Unido

186

Burlington

3,44

Estados Unidos

194

Shimamura

3,23

Japão

198

Hankyu

3,15

Japão

199

Arcadia

3,14

Reino Unido

202

Douglas Holding

3,07

Alemanha

206

Mervyns

3,00

Estados Unidos

208

Belk

2,96

Estados Unidos

214

Retail Ventures

2,91

Estados Unidos

229

Charming Shoppes

2,78

Estados Unidos

240

Payless ShoeSource (sapatos)

2,66

Estados Unidos

246

Edgars

2,56

África do Sul

 

 

Obs: o grupo Galleries Lafayette, da França, aparece na posição 145ª do ranking com faturamento de US$ 4,519 bilhões, mas o estudo não inclui a companhia no segmento de moda