Colombiatex 2008: termômetro para os negócios do primeiro semestre

Fabricantes brasileiros de denim e sarja fazem um balanço dos negócios e planos para a região

 

A despeito das incertezas que rondam a economia dos Estados Unidos e os reflexos que uma recessão poderia ter sobre o mercado internacional, o termômetro da Colombiatex deixou os fabricantes de denim e sarja confiantes quanto ao desempenho das vendas externas, pelo menos, no primeiro semestre de 2008. A região andina representa um importante pólo de manufatura de roupas para os Estados Unidos, especialmente a Colômbia e o Peru. Daí, o interesse dos fornecedores em garantir trânsito nesses mercados.

 

Realizada em Medellín, o maior pólo industrial têxtil da Colômbia, a Colombiatex cresceu, atraindo expositores e compradores de outros países da América Latina. Nesta 20ª edição da feira, de 22 a 24 de janeiro, fabricantes brasileiros de denim e sarja registram contratos fechados com empresas dos países do pacto andino – Colômbia, Equador, Peru e Bolívia – e de outros de fora da região, como Uruguai, México, Honduras, além da Venezuela (país que se retirou da comunidade andina em 2006).