Frente Parlamentar para setor têxtil é relançada no Congresso

Grupo reivindica melhores condições para produzir, frente à forte concorrência chinesa

Foi relançada ontem, 5, na Câmara dos Deputados em Brasília a Frente Parlamentar Mista para o Desenvolvimento da Indústria Têxtil e de Confecção do Brasil. A Frente foi lançada pela primeira vez em março de 2008, mas teve sua composição alterada agora devido à mudança de legislatura, passando a ter a liderança no Congresso do deputado federal Henrique Fontana (PT/RS) e do senador Luiz Henrique (PMDB/SC). Compõem ainda a Frente mais de 250 parlamentares, além de entidades representativas do setor, como a ABIT (Associação Brasileira da Indústria Têxtil e de Confecção).

Segundo a ABIT, entre os objetivos principais da Frente Parlamentar está a reivindicação de melhores condições para competir com a forte importação de produtos têxteis de origem chinesa, favorecida pela desvalorização monetária promovida pela China. A entidade pede redução de tributos sobre investimentos produtivos, desoneração sobre exportações, ampliação de programas de qualificação profissional, entre outras reivindicações que visam reverter o déficit de US$ 3,5 bilhões registrado pelo setor no ano passado.

foto: Agência Câmara/Brizza Cavalcante