Brasil exporta mais denim em fevereiro

Depois da inflexão de janeiro, o volume mais baixo para o mês nos últimos três anos, empresas do setor retomam vendas externas.

Os embarques do denim brasileiro para o exterior somaram US$ 2,78 milhões, avanço de 49% em fevereiro sobre janeiro, quando o país registrou o volume mais baixo para o mês nos últimos três anos. Mesmo com o crescimento das exportações verificado em fevereiro, o valor embarcado está bem abaixo do encontrado para o mês nos últimos três anos. Sobre fevereiro de 2016, o maior volume desde 2014, caiu pela metade, mostram os dados da balança comercial brasileira para o setor, de acordo com informações do ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.

Como de costume para o início de ano, as importações tiveram queda em fevereiro, mas, pequena em relação ao mês anterior. Na comparação com janeiro, o declínio foi de 3,86% para chegar a US$ 587,08 mil. Contudo, quando se estende a análise até 2014, o volume de compra retraiu muito. Em fevereiro de 2014, por exemplo, o país comprou U$ 1,59 milhão em denim, segundo dados apurados na base de informações do Mdic.

Mesmo com o desempenho modesto da balança comercial em fevereiro, o segmento de denim continua a operar com saldo positivo. A diferença entre importação e exportação vem caindo há seis meses seguidos e foi interrompida em fevereiro, quando subiu para R$ 2,19 milhões.